Cadernos humorísticos (II)

Cadernos humorísticos (II)

Um amigo me veio ontem dizer que estava inspirado. Com alma de poeta. Retribui o xingamento. Porém não sei agora se a sua intenção era caluniar os poetas ou a mim. Não sei nem se o porco que apegou-se-me ao espírito ontem era poeta. Acho que não; ele tinha pinta de prosador mas cara de linguiça. Muito me pedem para escrever contos, mas não tenho muitos contos na manga, nem no casaco. Meu problema é crônico, crônicas escrevo eu.

Chamam-me ponderado, muito me admira a ponderação. Gosto de Álvares de Azevedo, ele era moço ponderado. Menos nas metáforas. Apesar do talento quase inato de poeta ele pecou na literalidade. Caiu do cavalo literalmente. Ontem fui à Junta Militar. Chamaram-me mais uma vez ponderado. Lá havia boa gente, o pessoal lá era legal. Notaram que sou Filósofo, eles disseram dos meus trejeitos “agora que se podem casar estão assim, não se portam nem em ambiente militar”.

Eles tem uma razão, no passado filósofo não se podia casar. Mas erram em outra. Eles têm respeito pelo ambiente militar, Descartes se alistou no exército de Maurício de Nassau. Lá eles prezavam muito a poesia, notei porque na parece havia uma imagem de Olavo Bilac. O milico perguntou-me se sou casado ou solteiro. Respondi-lhe que não me queria comprometer…

No fundo é isto. Viver é fazer figura de parvo até que venham os vermes. Sendo assim não procuro nada no fundo, me questiono sempre se há algo na superfície que não chorume. Tantos séculos de Filosofia e eis que descubro que o mundo pode ser descrito como um bueiro a céu aberto. Nem tudo são larvas neste mundo. Aprendi com os Ensaios de Michael de Montagne que o que é bom é bom, o que não é pode virar boa prosa. Descobri isto quando um volume completo dos Ensaios caiu no meu pé.

Tudo são vivencias, as vivencias de um jovem deveriam manter-se de bico calado. Mas hoje não se cala a ninguém, se calhar se processa, mas calar nunca. É nosso espírito democrático. um Zeitgeist opinatung, No meu tempo se chamava fofoca

Pedro Possebon, Santo André, 26 de maio de 2015

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s